(11) 4524-2298
Ações do Twitter disparam após Musk assumir compra de 9,2% da rede social

As ações do Twitter dispararam 26% nas negociações de pré-mercado nesta segunda-feira (4) após documentos mostrarem que Elon Musk, dono da Tesla, assumiu uma participação acionária de 9,2% na empresa. A compra das ações foi efetivada no dia 14 de março, mas comunicada nesta segunda-feira. 

Com a compra, o presidente-executivo da Tesla passou a deter uma participação de 9,2% no Twitter, mostrou um documento protocolado na Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês), informa a agência Reuters. Musk possui 73.486.938 ações do Twitter – uma participação avaliada em US$ 2,9 bilhões, com base no fechamento das ações na sexta-feira (1º). Musk é o homem mais rico do mundo, com uma fortuna avaliada em US$ 273 bilhões, segundo o ranking da Bloomberg. Ele também é o fundador e CEO da SpaceX.

O bilionário é um usuário com grande atividade no Twitter, tem mais de 80 milhões de seguidores na rede social desde que ingressou em 2009 e usou a plataforma para fazer vários anúncios. Nas últimas semanas, Musk tem questionado como a rede social lida com a liberdade de expressão, ao indicar comentários como questionáveis e bloquear usuários. No final de março, o executivo questionou – no próprio Twitter – se uma nova plataforma seria necessária para manter essa liberdade.

Com a compra da participação na rede social, surgem questionamentos sobre uma possível futura influência de Musk nas decisões sobre esses assuntos. Musk já teve problemas com postagens suas no Twitter – mas com a própria SEC, reguladora do mercado de capitais. O executivo foi proibido de fazer declarações que afetassem o valor das ações da Tesla sem que elas fossem avaliadas previamente pelo conselho da montadora, depois que ele tuitou, ainda em 2018, que pensava em tirar as ações da empresa da bolsa, o que fez o preço dos papeis disparar.

Fonte: G1 e Pixabay


Entre em contato conosco!
Iremos tirar todas as suas dúvidas.