(11) 4524-2298
Os cadernos de Charles Darwin que reapareceram misteriosamente 22 anos após sumiço

Dois blocos de anotações de Charles Darwin "roubados" foram misteriosamente devolvidos à Universidade de Cambridge, no Reino Unido, 22 anos depois de terem sido vistos pela última vez. Os pequenos blocos com capa de couro valem milhões de libras e incluem o esboço da "árvore da vida" do cientista. O regresso deles acontece 15 meses depois de a BBC ter destacado pela primeira vez que haviam desaparecido — e a biblioteca ter lançado um apelo mundial para encontrá-los. "Eu me sinto feliz", diz a bibliotecária da universidade, Jessica Gardner.

Ela sorri enquanto dá a notícia. Na verdade, não consegue tirar o sorriso do rosto. "Eles estão seguros, estão em boas condições, estão em casa." Mas a identidade de quem devolveu os dois bloquinhos de anotações, do tamanho de um cartão-postal, é um verdadeiro mistério. Eles foram deixados anonimamente em uma sacola de presente rosa brilhante contendo a caixa azul original em que os cadernos estavam guardados e um envelope pardo simples.

Nele, estava impressa uma breve mensagem: "Bibliotecária, Feliz Páscoa. Beijo". Dentro, estavam os dois blocos, bem embrulhados em plástico filme. O pacote havia sido deixado no chão, em uma parte pública da biblioteca sem câmeras de circuito interno de segurança, do lado de fora do escritório de Gardner. "Eu estava tremendo", diz ela sobre sua reação ao ver a bolsa e seu conteúdo pela primeira vez em 9 de março. "Mas também fui cautelosa porque até desembrulhar, você não pode ter 100% de certeza."

Seguiu-se uma espera agonizante de cinco dias entre encontrar o pacote e a polícia conceder permissão para retirar o plástico filme, examinar os blocos e confirmar se eram genuínos. "Houve lágrimas", conta Gardner timidamente. "E acho que ainda haverá, porque a montanha-russa emocional ainda não acabou. Significa muito para nós tê-los em casa." Ela admite que temia não ver em vida a devolução dos blocos. "Achei que levaria anos. Meu sentimento de alívio pelo retorno seguro dos blocos é profundo e quase impossível de expressar adequadamente. Fiquei com o coração partido ao saber da perda deles e minha alegria pelo retorno deles é imensa".

Fonte: BBC, G1 e Pixabay


Entre em contato conosco!
Iremos tirar todas as suas dúvidas.